Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

communiqué - um farol às escuras

 

Mais um comunicado do Bloco de Esquerda que caiu na minha caixa de correio. Desta vez, o Armando Herculano denuncia a falta de segurança no bairro camarário conhecido como Farol.

 

 

 

"É antiga e recorrente a queixa dos moradores deste bairro camarário acerca da acumulação de água nas caves dos prédios. A água que se acumula, é muito provavelmente originária das chuvas, mas como não são retiradas, acabam por ficar fétidas, provocam maus cheiros, atraem insectos   e dificultam a vida dos moradores, podendo colocar em risco a sua saúde."

  

 

Fotografias via BE.

 

A continuidade do comunicado pode ser devidamente apreciado no Fórum QD, por motivos óbvios que têm a ver com o espaço.

 

 


publicado por siX às 09:12
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Novembro de 2006

correio dos leitores

 

 

Um fim de tarde explêndido, captado pela objectiva da Cristina...

 

 

 

 

>

 

 

 

 

 

 

 Bom fim de semana...

 

 


publicado por siX às 20:32
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 3 de Outubro de 2006

correio dos leitores

 

 

 

 

O mar de Vila do Conde através da objectiva da Cristina...

 

 


publicado por siX às 22:37
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Setembro de 2006

correio dos leitores

 

 

Uma leitora do QD, já no mês passado, pediu-me para localizar esta Capela no concelho de Vila do Conde. Tarefa nada fácil, sabendo-se a sua extensão, assim como a antiguidade da fotografia.

 

Bem, eu procurei que me fartei. Desloquei-me a várias freguesias (não a todas), mas não consegui uma resposta satisfatória relativamente à sua existência. Por último, desloquei-me  a S. Simão da Junqueira, motivado pelo nome Ferreira da Costa impresso na fotografia que a leitora disponibilizou, e um dos nomes de família sobejamente conhecidos nesta freguesia.

 

Tive a sorte de contactar um dos familiares dos Ferreira da Costa, mas esse garantiu-me que a Capela não era pertença da freguesia.

 

 

 

 

A Capela tem uma estrutura algo invulgar, dando a ideia de uma Capela dos Passos...

Bem, a única que eu encontrei com características semelhantes foi esta, que se encontra na freguesia de Árvore, face à estrada nacional que a liga a Vilarinho.

 

 

 

 

No entanto, esta tem diferenças marcantes relativamente à primeira, pelo que não posso garantir que seja a mesma, ou então foi alvo de restauro ficando com esta aparência...

 

Se alguém conseguir identificar a capela, a nossa leitora agradece...

 

 


publicado por siX às 01:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 24 de Julho de 2006

correio dos leitores

 

 

Recebi do Pedro Macedo este e-mail, que vem complementar o que aqui já foi dito...

 

Más notícias para o litoral de Vila do Conde.

 

 

Uma mancha de poluição surgiu nos últimos dias nas praias de Vila do Conde.

 

 

 

 

 

Na praia de Mindelo e outras foi impossível tomar banho, com a bandeira vermelha hasteada pela Capitania. Milhares de peixes mortos apareceram junto às Caxinas, onde são descarregados esgotos de Vila do Conde e Póvoa de Varzim, onde continuam a não existir estações de tratamento de águas residuais. O Ministério do Ambiente está a estudar as causas desta poluição anormal.

 

 

Apesar disso vários banhistas continuavam ontem a tomar banho na praia de Árvore, interdita desde 2001 devido à poluição. Apenas as análises à agua do mar com resultados "aceitáveis" são geralmente afixadas. Apesar da bandeira vermelha e da mancha de poluição bem visível nas ondas junto à praia (ver anexo), nenhum dos banhistas foi avisado para sair da água.

 

 

Devido à erosão costeira as praias quase desaparecem na maré cheia, fenómeno bem visível na praia de Mindelo. Apesar disso continua-se a construir nas dunas. Depois do empreendimento Optimist em Azurara, em Árvore foi recentemente aprovada pela autarquia e pela CCDR a construção de novos edifícios em plenas dunas, em zona de risco de avanço do mar de acordo com o plano de ordenamento da orla costeira (POOC), em área prioritária de conservação de acordo com o plano estratégico da Reserva Ornitológica de Mindelo (ROM). Os edifícios estão situados na Rua Santos Júnior, uma forma peculiar de homenagear o criador da ROM.

 

 

 

 

 

Um abaixo-assinado contra a construção com centenas de assinaturas recolhidas por moradores e enviado à Câmara Municipal não surtiu qualquer efeito.

 

Na ROM, onde ainda existe a ultima área costeira não construída do Grande Porto, (re)abrem-se agora antigos caminhos públicos nas dunas, alguns dos quais com 10 metros de largura. Depois de tantos anos de recuperação, a vegetação é totalmente destruída em áreas de reserva ecológica nacional - os carros já começam a circular. Os incêndios voltaram. As descargas de lixo continuam. O Inventário de Áreas Contaminadas realizado a nível nacional e recentemente divulgado concluiu que a ROM é uma das áreas com maior grau de prioridade de intervenção. Óleos e entulhos foram identificados numa área de 66 mil m2.

 

O grupo de trabalho criado pela Câmara Municipal para defender a ROM não reúne desde Agosto do ano passado e o estatuto de área protegida, que poderia promover a sua recuperação ecológica e o aproveitamento para educação ambiental e lazer, continua sem ser enviado pela Câmara Municipal ao Instituto de Conservação da Natureza.

 

 

 Em síntese, continua a ser negada aos Vilacondenses a qualidade de vida e a gestão sustentável do seu território.

 

Este e outros assuntos serão discutidos na reunião da Comissão de Acompanhamento da revisão do POOC na próxima segunda-feira, a ter lugar em Matosinhos. Os Amigos do Mindelo, em conjunto com o FAPAS enquanto representantes das ONGA, irão mais uma vez tentar inverter o rumo dos acontecimentos.

 

 Litoral de Vila do Conde arruinado?

 

 Nem pensar!!! Ainda vamos a tempo!

 

  

   Pedro Macedo, Associação Amigos do Mindelo

 

 


publicado por siX às 23:02
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 23 de Junho de 2006

manifesto dos 38 ou do espírito livre

 

 

Mais um manifesto de António Manuel Ribeiro, que eu tenho todo o prazer em publicar...

 

 

 

 

"A troca emporcalha todas as relações humanas, todos os sentimentos, todos os pensamentos", escreveu o situacionista Raoul Vaneigem ("A Arte de Viver para a Geração Nova"). "Há duas espécies de liberdade: a que é medida pela sociedade e a outra, a que existe ou não existe, mas que temos de assimilar à Felicidade. Não nos é servida de bandeja: «Meu caro senhor, aqui tem a liberdade, aqui tem a felicidade!", disse o poeta e cantor anarquista Léo Ferré.

 

 

É, de facto, aqui que reside a escolha individual fundamental. Entre a liberdade e a troca, entre a liberdade e o mercado. A "liberdade" e a "felicidade" que existem na sociedade capitalista quase se resumem a relações de compra e venda. O trabalho é essencialmente tédio e rotina, o desemprego um estigma,e o lazer (quando existe...), salvo algumas excepções, também é dominado pela lógica consumista e mercantilista. Tudo se compra, tudo se vende, no altar sacrossanto do mercado, onde todos somos reduzidos à condição de mercadorias. Alguns partidos supostamente de extrema-esquerda ou de esquerda radical, como o Bloco de Esquerda em Portugal, adoptam a linguagem capitalista, adaptam-se às instituições da democracia burguesa, aceitam gerir o capitalismo à imagem e semelhança do PS ou dos trabalhistas de Blair.

 

 

A ruptura com este estado de coisas passa pela revolta individual, pelo espírito livre de que falam Nietzsche e Max Stirner. "Não há mais nenhum outro juíz de mim mesmo, senão eu próprio, o único a decidir se tenho ou não razão. Tens o direito de ser aquilo que podes (e queres) ser. O que tu realizas, realiza-o como individuo único. O Estado, a sociedade e a Humanidade não podem domar esse diabo", escreveu Stirner. E é da junção desse "diabo", desse espírito livre, desse espírito dionisíaco, desse "bailarino" de Nietzsche, da poesia maldita de Rimbaud, de Lautréamont, de Sade, com a tomada de consciência colectiva nos cafés, nas empresas, nas ruas que nasce a chama revolucionária.

 

 

A revolução de que falam os surrealistas, os situacionistas e os zapatistas só é possível se nos revoltarmos contra a lógica opressora da troca, do mercado, do capital. Só será possível quando dentro da nossa cabeça matarmos os valores do mercado, do dinheiro, da eficácia, da competição, do lucro. "A revolta interior conduz à liberdade exterior", disse um dia o poeta Jim Morrison.

 

 

A revolta interior conjugada com actos criativos provocatórios, com o terrorismo poético é o caminho que conduz à demolição de todos os poderes.
 
 

 

 


publicado por siX às 13:57
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Junho de 2006

correio dos leitores

 

 

Uma leitora do Brasil, sobre a Av. Maré Negra, ex Brasil...

 

 

 

 

Oi siX...estou aproveitando uma trégua na confusão da minha casa para ler o blog....como ando meio cansada não consegui entender de primeira que "raio" de manto negro era aquele que levava ao Brasil, de repente as idéias clarearam e percebi q Brasil é o nome da tal marginal completamente desprovida de verde e o motivo da revolta dos vilacondenses, é isso?

 

 

Então se for assim vou escrever um email pro "Tio" daqui e pedir pra ele falar com o "Tio" daí e, se não puder melhorar a obra pelo menos que mude o nome :)  Pôxa um país com tantas florestas, parar numa placa sinalizando uma av. negra. Registre o meu protesto. E, cá estou eu, redescobrindo Portugal.

 

Júlia


 


publicado por siX às 20:35
link do post | comentar | favorito
    O meu ip
    Web Hosting Directory by Blog Flux
    BloGalaxia
       

os latagões

  • s¿X
  • berlim
  • reporter xis
  • passado

    adjectivos

    vileiros

    net.vil@condense

    outras.vil@s

    vizinhos

    ambiente

    mixórdias

    Setembro 2009

    Maio 2009

    Fevereiro 2009

    Janeiro 2009

    Dezembro 2008

    Dezembro 2007

    Novembro 2007

    Outubro 2007

    Setembro 2007

    Julho 2007

    Junho 2007

    Maio 2007

    Abril 2007

    Março 2007

    Fevereiro 2007

    Janeiro 2007

    Dezembro 2006

    Novembro 2006

    Outubro 2006

    Setembro 2006

    Agosto 2006

    Julho 2006

    Junho 2006

    Maio 2006

    Abril 2006

    Março 2006

    Janeiro 2006

    Dezembro 2005

    Novembro 2005

    Outubro 2005

    Setembro 2005

    Agosto 2005

    lataria e afins

    communiqué - um farol às ...

    correio dos leitores

    correio dos leitores

    correio dos leitores

    correio dos leitores

    manifesto dos 38 ou do es...

    correio dos leitores

    tags

    local(89)

    concertos(32)

    poem(28)

    diários QD(26)

    momentos vc(24)

    diários qd(23)

    politica nac(23)

    capas de susto(21)

    ?(18)

    rom(15)

    memoriasvc(9)

    calixto(8)

    blogs(7)

    correio dos leitores(7)

    mundial futebol(7)

    natal(6)

    todos os santos(6)

    divag(4)

    fcp(4)

    aborto(3)

    todas as tags

    subscrever feeds

    vileiros no limbo