Domingo, 18 de Dezembro de 2005

Memórias

 


“É um fosso enorme que temos a atravessar; Principiou-se!


Avante! V.e é o guia, é o que mais trabalho tem porque é o Explorador!


Também depois descansaremos felizes!”


(Antonio de Carvalho Estima em carta ao pai, Alípio, no ano de 1914)


 


Alipio e Antonio Estima - Rio Grande - 1916.jpg 


Alipio e o filho Antonio, Rio Grande, 1916.


 


Em 27 de setembro de 1913, desembarcou na Cidade do Rio Grande (Rio Grande do Sul, Brasil), um imigrante português de 49 anos, chamado Alípio Simões Estima, que havia deixado para trás sua família e seu mundo conhecido até então, na pequena Freguesia da Trofa do Vouga, Distrito de Aveiro, Conselho de Águeda (Beira Litoral, Portugal).


Assim como ele, vinham a bordo do vapor “Júpiter”, mais 17 imigrantes, todos em busca de melhores condições de vida e trabalho no Rio Grande, saídos do que Alvim (1998) chamou de “Europa expulsora”.


Nos registros dos jornais da época, constam os nomes dos “cidadãos”, mas dos imigrantes apenas o número total. Constavam como “números” aqueles homens, mulheres e crianças que chegavam a cada mês, às dezenas, dirigindo-se, em sua maioria, ao trabalho na agricultura na Ilha dos Marinheiros.


O que diferenciou Alípio e fez com que trouxesse aqui uma breve citação sobre sua história de vida? O fato dele ter o hábito de registrar suas impressões e de guardar seus escritos. Hábito esse que se repetiu em alguns de seus descendentes e que continua preservado até nossos dias.


Há uns meses atrás, mencionei aqui no QD que estava escrevendo um livro sobre uma família de imigrantes portugueses no Brasil. Trata-se da Família Estima, cujo hábito de preservar sua história - no arquivo e no coração - possibilitou a reconstrução de uma parte de seu passado, através do resgate de suas memórias.


Com o título Estima - Memórias de uma família de origem portuguesa no Brasil, o livro deverá ser lançado em janeiro, na Feira do Livro do Cassino, evento organizado todos os anos pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG), no Balneário Cassino.


 


Além do texto, que reconstrói as diferentes trajetórias de vida dos membros da família - centrado principalmente no núcleo inicial que desembarcou no Rio Grande nas primeiras décadas do Século XX - os volumes abrigarão uma série de imagens, fotos e reproduções da documentação do rico Arquivo da Família Estima.


 


Diario de Viagem - Travessia de Alipio - 1913 - photo by Felipe Dumont.jpg


Diário de Viagem de Alípio, 1913. photo by Felipe Dumont.


 


“Triste viagem: uns dormen e oitros choram. É triste. L’eu vou me com o coração esfacelado pela saudade da minha família!”


“(...)Durante a noite vi 2 paquetes que navegavam para o norte. Conduziam passageiros que lá ião à procura de melhor sorte. Tudo isto significa mizeria e fome! As claces mais pobres abandonam o nosso Portugal, deichando a família tão querida / lá bão como eu procurala em oitros paízes sem saber se nos iremos engariar.(...)”


(Alípio Simões Estima em suas anotações do Diário de Viagem, agosto de 1913)


 


Antigo sonho de alguns membros da família, o trabalho de “alinhavar” as pequenas histórias foi feito com o coração, contando com - além da consulta aos registros escritos - a contribuição dos entrevistados que partilharam suas lembranças e emoções.


Aspectos da história da Imigração Portuguesa no Brasil são vistos a partir dos acontecimentos relativos a uma família de imigrantes, mas que demonstram traços comuns das experiências vivenciadas por cada um dos milhares de imigrantes que deixaram o país no mesmo período.


 


Na capa e contracapa, o privilégio de contar com imagens feitas pelo Repórter Xis, gentilmente cedidas pelo amigo siX (ou ao contrário?), retratando o Monumento ao Emigrante (na Serra do Gerês), imagens já mostradas aqui no QD e que me impressionaram pela temática, pela beleza e por estarem ligadas justamente ao conteúdo do capítulo que escrevia na época em que foram exibidas.  


 


 


 Monumento ao Emigrante - 2005 - photo by Reporter Xis.jpg Monumento ao Emigrante -  2005 [ 2] - photo by Reporter Xis.jpg


Monumento ao Emigrante, Serra do Gerês. photos by Repórter Xis.


 


Mostrarei mais adiante o trabalho que está sendo feito por Felipe Dumont (Editoração) para as capas, com as imagens do Xis. (Como vêem, a “equipe do QD” trabalha em sintonia, mesmo com um oceano de permeio!)


A intenção é que o lançamento do livro seja uma oportunidade para reunir não só a extensa Família Estima, mas toda a Comunidade Portuguesa do Rio Grande, amigos e pessoas interessadas pelo tema, numa "pequena noite luso-brasiliera na Feira do Livro do Cassino."


 


 Despeço-me, assim, dos amigos do QD, nesse final de ano!


A (pequena) Tribo entra em férias...


 Flavia e Olivia - nov 2005 - photo by Tribo.JPG


Abraços e tudo de bom!


 


 


publicado por siX às 02:08
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Anónimo a 19 de Dezembro de 2005 às 15:01
Encantada com o carinho, Tomás e siX!!...obrigada pela ajuda e apoio à distância... e ao Repórter Xis, claro, por compartilhar suas imagens!! beijo grande da Tribo neste Natal e Ano Novo!! (como diria Óli: são "jóias preciosissimas!"):)Flavia Altmayer
(http://Brasil)
(mailto:flavia_altmayer@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Dezembro de 2005 às 13:14
Já estamos com saudades, Flávia :)... Um bom Natal e um ano novo repleto de sucessos e sonhos concretizados, é o q nós do QD mais desejamos :)siX e Xis
</a>
(mailto:vileiro@gmail.com)


De Anónimo a 19 de Dezembro de 2005 às 01:01
Estou convicto que o livro vai ser um grande sucesso por vários factores mas onde gostaria de referir 2:

1º (e sempre importância) pela dedicação da autora que (e posso dizê-lo) viveu intensamente o livro. Não só o escreveu como procurou, na cruel e desconhecida aventura, a luz ao fundo do túnel que tanto ambicionavam.

2º Porque retrata uma estória de vida e tal como a família Estima muitos milhares de emigrantes, até mesmo da classe piscatória da P. Varzim e V. Conde, partiram em busca de um (des)conhecido melhor. Ainda hoje o fazem por esta Europa fora, enfrentando tormentas e mundos que anseiam por dificultar-lhes a vida. A aldeia global é uma selva... é preciso ter garras e dentes para triunfar.

Por tudo isto e por seres quem és..... Parabéns Flávia!! Não mudes nunca....Tomás
(http://Portugal)
(mailto:tomas_daniel_postiga@hotmail.com)


De Clerivaldo Alves Estima a 31 de Julho de 2008 às 16:52
Adorei vcs terem escrito o livro da Familia Estima, pena que não encontro ele aqui para comprar

atenciosamente

Clerivaldo


De siX a 31 de Julho de 2008 às 21:50
vivam, sueli, clerivaldo e miriam... (ufa!!! a familia estima aqui toda reunida!). se pretendem o livro, entrem em contacto com a autora, Flavia Altmayer. Ela é de Rio Grande do Sul e o seu contacto:
flavialima_70@hotmail.com


De Sueli Margarida Estima a 31 de Julho de 2008 às 16:55
Adorei vcs terem escrito o livro da Familia Estima, pena que não encontro ele aqui para comprar. Adoraria ter um exemplar

atenciosamente

Sueli


De Mririam Estima a 31 de Julho de 2008 às 16:57
Adorei vcs terem escrito o livro da Familia Estima, pena que não encontro ele aqui para comprar aqui em SP

atenciosamente

Miriam Estima


De nayra estima a 24 de Setembro de 2014 às 01:08
meu sobrenome leva estima e eu sempre tive curiosidade de saber sobre a família

Nayra Estima


Comentar post

    O meu ip
    Web Hosting Directory by Blog Flux
    BloGalaxia
       

blocked

. 3 seguidores

os latagões

  • s¿X
  • berlim
  • reporter xis
  • passado

    adjectivos





      free hit counter
      Vila do Conde
      fases da lua
      Licença Creative Commons
      blog licenciado CC
      Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

    vileiros

    net.vil@condense

    outras.vil@s

    vizinhos

    ambiente

    mixórdias

    Setembro 2009

    Maio 2009

    Fevereiro 2009

    Janeiro 2009

    Dezembro 2008

    Dezembro 2007

    Novembro 2007

    Outubro 2007

    Setembro 2007

    Julho 2007

    Junho 2007

    Maio 2007

    Abril 2007

    Março 2007

    Fevereiro 2007

    Janeiro 2007

    Dezembro 2006

    Novembro 2006

    Outubro 2006

    Setembro 2006

    Agosto 2006

    Julho 2006

    Junho 2006

    Maio 2006

    Abril 2006

    Março 2006

    Janeiro 2006

    Dezembro 2005

    Novembro 2005

    Outubro 2005

    Setembro 2005

    Agosto 2005

    lataria e afins

    momento... único!

    o meu voto vai para...

    as verdades de medina car...

    estamos a passar uma cris...

    o mágico

    viu por aí?...

    uma mentira conveniente

    um farol às escuras II

    communiqué - um farol às ...

    todos ao molhe e fé em de...

    tags

    local(89)

    concertos(32)

    poem(28)

    diários QD(26)

    momentos vc(24)

    diários qd(23)

    politica nac(23)

    capas de susto(21)

    ?(18)

    rom(15)

    memoriasvc(9)

    calixto(8)

    blogs(7)

    correio dos leitores(7)

    mundial futebol(7)

    natal(6)

    todos os santos(6)

    divag(4)

    fcp(4)

    aborto(3)

    todas as tags

    subscrever feeds

    vileiros no limbo