Segunda-feira, 2 de Outubro de 2006

também tu, fluvius?!

 

 

 

 

Muito se tem escrito sobre o "Caso Fluvius", que envolve a Família Brás Marques. O pasquim verde de Vila do Conde, um priveligiado em matéria de informação quando o objectivo é atingir a oposição laranja, tinha, afinal, razão. A Empresa Fluvius, Lda., pertença da Família Brás Marques, predispôs-se a construir uma série de armazéns na freguesia de Árvore, sem as respectivas licenças camarárias. Uma asneira que foi inteligente e indirectamente utilizada pelo edil camarário rosa para atingir Pedro Brás Marques, actual presidente do PSD de Vila do Conde, o que foi conseguido.

 

 

PBM reagiu de forma contundente, clamando a sua inocência em todo este proceso e disparando em várias direcções. Aliás, chega a tirar do baú das velharias a famosa cassete de vídeo com que a anterior direcção do partido procurou entalar o actual presidente da câmara e à qual este se esquivou de forma brilhante, esquecendo Pedro que as eventuais asneiras perpetradas por outrem no passado não servem para desculpar as do presente. Efectivamente, tanto PBM com o seu irmão são detentores em partes iguais de 30% da sociedade da Fluvius e, como tal, apesar de não participarem directamente nas acções da empresa, o que eu acredito, não deixam concerteza de auferir dos lucros desta. E é aí que reside o busílis da questão, a que provoca o tal embaraço que levou PBM a tirar coelhos da cartola, apresentando-os como troféus da actual direcção, chegando ao ponto de ser deselegante para com a anterior que trabalhou em contextos diferentes dos seus.

 

 

O artigo de PBM é, deveras, estranho. Não muito normal em alguém cuja sagacidade, inteligência e presença de espírito, qualidades que lhe são sobejamente reconhecidas, tenham sido afectadas pela eleboração de um simples artigo num pechisbeque da terra. Só posso imaginar que, habituado a utilizar-se politicamente dos meios ao seu alcance para causar transtorno às actividades do poder rosa, tenha sido agora desagradavelmente surpreendido pelo mesmo remédio que prescreveu durante anos, e lidou mal com essa situação.

 

 

Em suma, Pedro Brás Marques tem as responsabilidades que um qualquer sócio de uma empresa possui. Melhor ficaria em assumi-las, alegando a não participação activa nos objectivos desta mas garantindo um estudo e a reposição legal da situação, caso necessária. Seria mais convincente em termos de contra argumentação e quero em crer que o assunto não passaria dos limites do Concelho. Quanto a mim, ainda poderia sacar da cartola um outro considerando mais eficaz, que não a gasta cassete de vídeo. Bastaria recordar o recente movimento de terras sob a forma de estradões de traçado suspeito abertos em Mindelo na zona limítrofe da ROM, que não apresentavam nenhum edital com o respectivo alvará de licenciamento e que, estranhamente ou não, não mereceu qualquer reparo da Câmara, muito menos do verde pasquim.

 

 

Ao meter tudo no mesmo saco, PBM contribuiu não só para empolar o "caso" a níveis inesperados como também para o mau estar daqueles que o rodeiam, arriscando-se ao fim de uns meses de nomeação, ser um homem só na direcção do partido...

 

 

O que, diga-se, é também obra!

 

 

tags:

publicado por siX às 23:00
link do post | comentar | favorito
    O meu ip
    Web Hosting Directory by Blog Flux
    BloGalaxia
       

os latagões

  • s¿X
  • berlim
  • reporter xis
  • passado

    adjectivos

    vileiros

    net.vil@condense

    outras.vil@s

    vizinhos

    ambiente

    mixórdias

    Setembro 2009

    Maio 2009

    Fevereiro 2009

    Janeiro 2009

    Dezembro 2008

    Dezembro 2007

    Novembro 2007

    Outubro 2007

    Setembro 2007

    Julho 2007

    Junho 2007

    Maio 2007

    Abril 2007

    Março 2007

    Fevereiro 2007

    Janeiro 2007

    Dezembro 2006

    Novembro 2006

    Outubro 2006

    Setembro 2006

    Agosto 2006

    Julho 2006

    Junho 2006

    Maio 2006

    Abril 2006

    Março 2006

    Janeiro 2006

    Dezembro 2005

    Novembro 2005

    Outubro 2005

    Setembro 2005

    Agosto 2005

    lataria e afins

    momento... único!

    o meu voto vai para...

    as verdades de medina car...

    estamos a passar uma cris...

    o mágico

    viu por aí?...

    uma mentira conveniente

    um farol às escuras II

    communiqué - um farol às ...

    todos ao molhe e fé em de...

    tags

    local(89)

    concertos(32)

    poem(28)

    diários QD(26)

    momentos vc(24)

    diários qd(23)

    politica nac(23)

    capas de susto(21)

    ?(18)

    rom(15)

    memoriasvc(9)

    calixto(8)

    blogs(7)

    correio dos leitores(7)

    mundial futebol(7)

    natal(6)

    todos os santos(6)

    divag(4)

    fcp(4)

    aborto(3)

    todas as tags

    subscrever feeds

    vileiros no limbo