4 comentários:
De seforis a 25 de Julho de 2006 às 06:46
Mindelo há muito que agoniza parado na armadilha temporal do que semeou e que, por uma ou outra razão que não interessa agora referir, nem me convém de forma alguma, não conseguiu fruto da, agora maldita, semente que poucos teimam em regar. Como tudo se movimenta em torno do sucesso económico das pessoas e respectivos lugares que habitam e nele fazem a sua vida. Também essa semente, embora de forma habilmente dissimulada , surgiu como oportunidade única para o desenvolvimento de uma freguesia que se agarrava a mitos irreais que em nada a favoreceram (exemplo disso foi a tentativa de aproveitamento do desembarque de D. Pedro aqui na praia do Mindelo até que o Sr. Saraiva veio para a televisão dizer que havia uma terriola qualquer que julgava chamar-se Mindelo que abusivamente puxava para si os louros de tal desembarque...mas é pura mentira meus senhores...isso aconteceu lá mais para sul onde existe um monumento no exacto local do dito desembarque ). Confesso que não me agradou nada ouvir chamar terriola ao "meu" Mindelo. Mas, o que tem sido depois disso? Não sabemos como crescer com desenvolvimento sustentado e que vá ao encontro das necessidades dos seus habitantes e dos que a visitam...pura e simplesmente, não temos crescido...não sabemos defender o que temos, mesmo que tenha sido há custa da destruição de antigos haveres...assim, esperam outros o que o tempo faz enquanto outros fingem não saber que faz e, mais dia menos dia, lá estará o majestoso resultado dele...não. Já não vamos a tempo!


De siX a 25 de Julho de 2006 às 21:56
desculpa seforis, mas não posso crer q tudo esteja assim tão irremediavelmente perdido...


De seforis a 26 de Julho de 2006 às 11:43
Talvez não...nada se perde. Tudo se transforma...gostamos de nos sentir imortais e, muito provavelmente , seremos...


De Rui Sousa a 25 de Julho de 2006 às 10:06
No sábado passado fui até à praia de Vila do Conde e, de facto, fiquei chocado com a porcaria que existia no mar... não era uma maré negra (essa só na marginal), era amarela espumosa ... uma tristeza!!! Quanto a Mindelo, espero que ainda consigam ir a tempo de salvar o que de bom existe... boa sorte.


Comentar post