Sábado, 29 de Setembro de 2007

aniversário - o 4º

 

 

Mais um!...

 

Caramba!

Enfim, alguns precalços têm afectado o que seria desejável num blog. Faz-se o que se pode, não é? Ou isso, ou então...

 

 

 

 

 

Bem, acho que vou comemorar.

 

 

tags:

publicado por siX às 19:56
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

estranha sedução

 

 

Vila do Conde tem estado fantástica, até hoje. Finalmente, o Outono deu um ar da sua graça e brindou-nos com chuva...

Ainda bem! É necessária...

 

 

Fotog. by Repórter Xis

 

 

 

 

Vou sentir saudades destes finais de tarde na esplanada da praia com o Xis.

 

 

tags:

publicado por siX às 19:33
link do post | comentar | favorito

McCann(a)

 

 

Este é já um assunto velho, tão velho que continua a suscitar dúvidas, provoca paixões inconcebíveis e receios bem mais realistas. Falo da família McCann e de todo o circo montado em torno do desaparecimento da filha Maddie.

Tenho acompanhado  através dos meios à disposição a intrincada teia de acontecimentos bizarros em torno desta família, que dá a sensação estarem mais preocupados em salvaguardar a sua própria segurança do que em saber o que realmente aconteceu com sua filha. Aliás, tal nem parece ser agora o importante desta história digna de um conto do Arthur Conan Doyle.

 

 

Não gosto de apontar o dedo a ninguém, tecer acusações infundadas. Mas que esta gente com os seus milionários advogados, consultores de relações públicas e financiadores poderosos me irritam pelo absurdo da situação, isso não posso negar.

 

 

tags:

publicado por siX às 17:44
link do post | comentar | favorito

politiquices

 

 

Uma vergonha, é o que se pode dizer das eleições directas do PSD que elegeram Luis Filipe Menezes a Secretário Geral do partido. Acusações, ameaças com o tribunal, quotas e eleitores perdidos no meio da selva amazónica, apimentaram o que deveria ser um acto de escrutínio levado a cabo com inteligência e discurso aberto, já que o país estava curioso relativamente ao desfecho que opôs o dupla-face Menezes e o surfy Marques Mendes...

 

 

foto surripiada à imagens do kaos

 

 

Enfim, nada de novo que pudesse surpreender, excepto pela negativa.

Nada de novo, disse? Não é bem assim. O mais-que-odiado-não-se-percebe-bem-como-nem-porquê Pedro Santana Lopes surpreendeu até os seus mais acérrimos críticos que, diga-se em abono da verdade nunca nada fizeram também em prol dos que comem bananas, num assumo de carácter, coisa rara na classe de políticos à qual pertence.

 

 

 

 

Nunca é demais lembrar que Santana Lopes é um ex-Presidente do PSD, ex-Primeiro-Ministro de Portugal, um indivíduo com um percurso invejável na carreira política e autor de alguns dos mais notórios e empolgantes discursos políticos. Como tal, merece respeito...

A atitude da SIC-Notícias, uma vez mais, é bem demonstrativo do caos em que o país vive, sem rei nem rock...

 

 


publicado por siX às 15:27
link do post | comentar | favorito

intelligent pop

 

 

tenho o bilhetinho de acesso ao concerto de David Sylvian no Teatro Circo de Braga!

 

Ufa!...

 

 

 

 

 

 

O preço é convidativo e consta que vai ser um espectáculo íntimo, portanto próximo do público.

 

Estou, como se diz, em pulgas!

 

 

 

 DARKEST DREAMING

tags:

publicado por siX às 14:40
link do post | comentar | favorito

política VC - o que "eles" dizem

 

 

 

 

"Não entendo a infeliz e auto-infligida irrelevância de alguns actores políticos da oposição. Em contraponto, está o enorme empenho, dedicação e profissionalismo daqueles que, nas escolas do concelho, trabalham para que todos os alunos tenham um ensino de qualidade."

 

 

 Vitor Costa (outra vez?), um vereador e um contentor de ideias...

 

 

artigo... aqui!

 

 

tags:

publicado por siX às 14:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2007

Calixto e a virtude que dá

 

 

 

 

A Dor tinha-o abandonado e Calixto comemorava. Finalmente estava livre da peçonha que o havia amedrontado uma grande parte da sua vida insignificante. Calixto elevou uma vez mais o copo transbordante do odorífero bagaço e, de olhos fechados, engoliu-o em um único trago. Com o copo na mão, imóvel, Calixto sentiu o líquido a escorrer pelo esófago, queimando-lhe as entranhas, as vísceras reagindo e reenviando o seu protesto na forma de um nauseabundo arroto. O gajo do balcão recuou, aturdido e enojado, sob o olhar sanguinolento de Calixto.

- Outro – disse, apontando com o dedo o copo vazio.

- Assim não duras muito, Velho – replicou o gajo ao mesmo tempo que lho enchia, fazendo-o transbordar.

 

 

 

Calixto nada disse. Agarrou no copo e virou-lhe as costas. Enquanto bebericava, o seu olhar pousou num casal sentado à sua frente. O tipo com cara de lontra falava e a gaja à sua frente olhava-o fascinada. As narinas palpitantes, a boca entreaberta, a respiração ofegante indiciavam uma página em branco que a gaja procurava preencher, mas que o tipo com cara de lontra parecia não ver ou não querer compreender. “Mais um roto”, pensou. Em tempos passados, Calixto fora bem-falante. Também ele impressionara o lado feminino com prosas poéticas sussurradas ao ouvido e experimentara o prazer da conquista do corpo, a entrega da alma através do uso da Palavra.

 

 

O cara de lontra continuava a falar, debitando palavras para um ponto fixo numa linha de terra imaginada por si, num monólogo monocórdico interminável, indiferente à súplica crescente no olhar da gaja. Calixto observou-a. Algo nela o incomodava, sem descortinar a razão para tal. Entre dois tragos, lembrou-se! Num passado distante, quando o ideal era o pão que alimentava a alma, a sua sede de conhecimento e admiração pela obra de Ticiano tinha-o arrastado ao Museu do Hermitage em S. Petersburgo. Ao subir a escadaria October do Palácio de Inverno de Catarina, dera de caras com a estátua da Imperatriz Alexandra Fiodorovna, o rosto triste inclinado para a mão direita, o braço elevado apoiado nas costas da cadeira, repousando o esquerdo graciosamente no regaço.

 

 

Calixto estacara, abalado pela força inexplicável que o assaltava sempre que se encontrava perante o Belo e não raras vezes lhe arrancava uma lágrima. Essa mesma lágrima que agora corria pelo rosto de Calixto e o impelira, cambaleante, por entre as mesas ocupadas por gajos e gajas com o nariz enterrado nos portáteis, rindo-se como parvos para os ecrãs.

- Eu não aceito! – berrou. – Eu não aceito! Eu não aceito!

 

tags: ,

publicado por siX às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 14 de Setembro de 2007

se não vai a bem, quem sabe ao estalo!

 

 

Muito escrevinhei aqui sobre o seleccionador da equipa das quinas, em tempos idos. Todos os que por aqui passam sabem que não nutro grande simpatia por este personagem que consegue reunir em si três dos piores defeitos que se podem encontrar num ser humano: teimosia, arrogância e presunção. Diz-se que no melhor pano cai a nódoa! E Scolari, o Sargentão, não foi excepção. Aquele soco, em jeito de boxeur, directo ao queixo do jogador da Sérvia, deixou meio mundo estupefacto, eu incluído. Aliás, eu devia pertencer ao outro meio, aquele que se está ainda a rir a bandeiras despregadas, do mau génio do treinador. Não é o caso.

 

Resta agora saber o que esperar dos órgãos do futebol, os mesmos que condenaram João Vieira Pinto quando de cabeça perdida aqueceu o estômago do árbitro com o punho no decorrer do mundial da Coreia, e Zidane, que no final da sua carreira, resolveu um assunto particular com o infame Metarazzi da selecção italiana à cabeçada. Será que Scolari se vai safar apenas com uma repreensão escrita, para descanso do presidente da federação e de todos nós, ou vai ser duramente penalizado, arrastando atrás de si a equipa portuguesa para o limbo?

 

Tenho cá para mim que a vergonha ainda vai ser maior do que a de ter empatado com uma equipa de pernetas…

 

 

 

 

 

NT: Ouvi na TSF o pedido de desculpas de Scolari! Muito humilde, mesmo. Pediu desculpas aos portugueses, à selecção,  à federação portuguesa, à UEFA, ao cão, ao gato, à empregada, etc etc... Mudou muito, Sco, em 24 horas ou nem isso. Quem sabe, tanta humildade o não transforma em um homem melhor!

 

 


publicado por siX às 00:10
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 12 de Setembro de 2007

ROM - back to the jungle

 

 

 

O dia 2 de Setembro poderia ter sido um histórico para Vila do Conde. Neste dia, a Reserva Ornitológica de Mindelo (ROM) comemorou o seu cinquentenário de existência, e poderia ter sido o dia escolhido para finalmente elevar a Reserva a área de paisagem protegida, para a qual só depende do protocolo final entre a Câmara e o Instituto para a Conservação da Natureza e Biodiversidade.

 

 

Enfim, não se compreende muito bem este atraso na classificação da Reserva: o Tio não diz nada e o indecifrável responsável pelo Pelouro do Ambiente da Câmara, Vítor Costa, idem.

 

 

É sempre bom lembrar que o espaço se mantém como a última área costeira da Região do Grande Porto não construída, provocando úlceras em alguns estômagos sensíveis dos grandes CC de VC. Óptimo!

 

 

Eu até compreendo o Tio. É quase como assinar um cheque em branco, não é? Tanto terreno virgem defronte ao mar, tanto espaço para construir blocos de betão lindos, altos, terraços para uma paisagem única e apetecível de churrascos ao lusco-fusco, paletes de campos de ténis e piscinas e, principalmente, uma fonte de rendimento inesgotável dos apetecíveis eurinhos nos cofres da câmara... Sim, eu compreendo a relutância do Tio, a razão do seu silêncio que tanto incómodo tem causado ao Pedro Macedo dos Amigos de Mindelo.

 

 

Mas não há nada a fazer, agora, pois não? Chegou a hora de limpar a tal “mancha que nos envergonha a todos”… não é assim?!

 

 

 

 

Projecto imobiliário para a ROM (1983) que compreendia 1500 habitações turísticas, dezenas de campos de ténis, 8 piscinas e um hotel

(foto surripiada delicadamente ao bravo de Mindelo)

 

 

NT: Pedro, penso que o convite no teu blog me era dirigido. Agradeço, mas não me foi possível tal momento de partilha, visto não me encontrar em VC.

 

 

 

tags:

publicado por siX às 00:01
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Setembro de 2007

the early years - David Sylvian

 

 

Perdi o bilhete do fabuloso concerto que uma das melhores vozes e estilo inconfundível passou pelo Porto. David Sylvian é um dos grandes nomes da música popular que eu acompanho com duplo prazer. Mas esta posta não é para falar do concerto que vi no Porto, faz alguns 10 anos, mas sim para recordar aos menos atentos da próxima passagem do Músico em terras portuguesas no próximo mês.

 

 

David Sylvian actuará no Theatro Circo em Braga no dia 23 de Outubro e o espectáculo faz parte da denominada "World is Everything" tour. Sylvian estará acompanhado pelo seu irmão Steve Jensen na bateria, Keith Lowe na guitarra baixo e Takuma Watanabe nos teclados. De acordo com alguns zuns-zuns, esta será a última vez que o artista interpretará temas de toda a sua carreira, um pouco à imagem do que David Bowie anunciou quando esteve em terras lusas.

 

 

Este verão não vi nenhum concerto. Não houve Vilar de Mouros e o cardápio de Paredes de Coura não era atractivo para mim. Portanto, estou com fome de música e, quasi impaciente, aguardo o concerto de David Sylvian. E como estamos em Setembro...

 

 

 SEPTEMBER

 

tags:

publicado por siX às 13:30
link do post | comentar | favorito

in & out

 

 

IN - o blogue do Paulo Vinhal, arte sem muros.  A blogosfera local enriquece com a presença deste artista plástico vilacondense.

 

 

OUT - o antivilacondense do kafka. A blogosfera local fica indubitavelmente mais pobre.

 

 

tags:

publicado por siX às 09:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

caramulinho

 

 

300 degraus para subir ao ponto mais alto da Serra do Caramulo e outros tantos a descer, susceptíveis de provocar vertigens.

 

 

 

 

Mas do alto do Caramulinho, a paisagem é simplesmente fabulosa!

 

 

 

 Fotos by Rep Xis

 

 


publicado por siX às 08:54
link do post | comentar | favorito

regresso ao patheo

 

 

ramiro

 

 

 

É sempre assim, no verão. Os que preenchem o café no Inverno quedam-se por outras paragens no estio. Os concertos são mais que muitos, e sempre considerados os melhores. Se são ou não, isso não sei. Mas que o café fica mais fresco no verão, lá isso é verdade. Bem, com o fim das quintas-feiras de poesia – o que foi uma pena –, o Ramiro optou por terças de cinema algo surrealistas. Até que gosto de Felinni e afins, dos cenários teatrais dantescos, bizarros personagens e diálogos algo loucos. De loucos todos temos um pouco, acho. De louco tem um pouco o Patheo e essa é a sua beleza, para a qual contribui grande parte da clientela, aves negras raras de olhar circunspecto.

 

 

Não os admiro, nada fizeram para que o merecessem. Mas respeito-os, mais as opções que saltam à vista. Estão para ali, fazem parte de uma paisagem que se pretende suburbana, com as suas virtudes e defeitos, eu incluído… Um outsider naquele meio, por vezes olhado de soslaio! Mas tal não me aflige nem apoquenta. À minha mesa sentam-se os da minha geração, amigos de um passado distante que as circunstâncias do presente juntaram uma vez mais.

 

 

Conversa versus desconversa. Conversa versus…

 

 

tags:

publicado por siX às 08:44
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

diário QD - back to the city

 

Bom! As férias já terminaram à muito. Desliguei-me momentaneamente deste canto virtual por pura indisponibilidade e também pela necessidade em concretizar outros projectos, os quais requerem toda a minha energia e concentração. Falando um pouco do passado recente, devo dizer que foi prolífico em viagens pela montanha e realidades cruas. As montanhas têm nomes que perduram para além da memória e guardam as suas gentes e costumes que me impressionam pela simplicidade e princípios bem arraigados. Sinto-me bem, aí, numa qualquer aldeia de granito perdida entre as fragas, assolada pelos ventos. Sinto-me bem quando passeio pelo verde a perder de vista, atravesso pontes e córregos com nomes estranhos, percorro ruas calçadas por gente antiga.

 

 

O regresso a Vila do Conde é sempre difícil, pelo sufoco. A angústia do retorno a uma terra que é “minha” – pertenço e amo –, mas me sinto cada vez mais distante e estranho. A culpa deve ser minha, acho… por chamar a atenção a alguns amigos que a postura de um homem de 40 ou 50 deve ser diferente da que se possuía aos 20, que os excessos de outrora não são para serem relatados a estranhos à mesa do café, que estou cansado de ser apelidado de “careta” quando os confronto com determinadas realidades, o desapreço dos tarecos e tarecas de comportamento bizarro.

 

 

Enfim, estou de volta mas não lá grande coisa…

 

 

 

Photo by Rep Xis

 

 


publicado por siX às 13:03
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
    O meu ip
    Web Hosting Directory by Blog Flux
    BloGalaxia
       

os latagões

  • s¿X
  • berlim
  • reporter xis
  • passado

    adjectivos

    vileiros

    net.vil@condense

    outras.vil@s

    vizinhos

    ambiente

    mixórdias

    Setembro 2009

    Maio 2009

    Fevereiro 2009

    Janeiro 2009

    Dezembro 2008

    Dezembro 2007

    Novembro 2007

    Outubro 2007

    Setembro 2007

    Julho 2007

    Junho 2007

    Maio 2007

    Abril 2007

    Março 2007

    Fevereiro 2007

    Janeiro 2007

    Dezembro 2006

    Novembro 2006

    Outubro 2006

    Setembro 2006

    Agosto 2006

    Julho 2006

    Junho 2006

    Maio 2006

    Abril 2006

    Março 2006

    Janeiro 2006

    Dezembro 2005

    Novembro 2005

    Outubro 2005

    Setembro 2005

    Agosto 2005

    lataria e afins

    momento... único!

    o meu voto vai para...

    as verdades de medina car...

    estamos a passar uma cris...

    o mágico

    viu por aí?...

    uma mentira conveniente

    um farol às escuras II

    communiqué - um farol às ...

    todos ao molhe e fé em de...

    tags

    local(89)

    concertos(32)

    poem(28)

    diários QD(26)

    momentos vc(24)

    diários qd(23)

    politica nac(23)

    capas de susto(21)

    ?(18)

    rom(15)

    memoriasvc(9)

    calixto(8)

    blogs(7)

    correio dos leitores(7)

    mundial futebol(7)

    natal(6)

    todos os santos(6)

    divag(4)

    fcp(4)

    aborto(3)

    todas as tags

    subscrever feeds

    vileiros no limbo