Terça-feira, 29 de Novembro de 2005

calisto

 


Anda por aí uma polémica dos diabos que envolve a retirada dos símbolos religiosos das escolas, por ordem do Ministério Público. Mais uma cena importada de França, concerteza...


(Não tarda muito, também importamos a mania de queimar carros, mas essa será uma outra história, pois...).


Bom, o facto é que alguém muito inteligente acha que os símbolos religiosos (diga-se antes, católicos), parecem importunar as vistas de alguém muito importante, que tem o poder de mandar retirá-los. Eu cá por mim, também mandava retirar a fotografia de um tal de Sampaio, porque só a vista deste indivíduo me irrita, por razões mais terrenas, claro.


 


crucifixo_sg.jpg


 


Bom, como nada em mim apela ao Republicanismo ( tá-se mesmo a ver ), se tivesse o poder desta pessoa importante, abolia também este dia de comemoração. Este e outros, como por exemplo o dia do 1º de Maio, em que ninguém trabalha...


É por essas e por outras que vou agora sair para ouvir o Pedro Ribeiro a berrar poesia no Patheo...


Quem sabe não saio dali com vontade de queimar uns carros...


 


publicado por siX às 22:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

I'm in te mood...

 


Pois é... não tenho nada de gratificante ou de sensato que me faça retornar a este canto,  já de si pouco afrodisíaco... Faz um frio do caraças, e estou aborrecido...


Livros, nem vê-los... O último que eu li foi mais uma amostra, e ainda estou para perceber como perdi tanto tempo com o tal de Dan Brown! Sheet, man...


A música actual é isso mesmo: música com «m» muito pequenino e uma seca, por isso estou a ouvir os Beatles ( The White Album), com um «M» E-N-O-R-M-E... Why not? Na volta, estou a ficar velho...


Está um frio do caraças ( já o disse) e ando aos pulos pela casa a gritar «Back in the USSR»... Este tema torna-me nostálgico, e só me apetece apanhar o metro na linha de não-sei-de-onde, e procurar por um comício do Dr. Garcia Pereira...


 


122.gif


 


«Well the Ukraine girls really knock me out
They leave the west behind
And Moscow girls make me sing and shout
They Georgia's always on my my my my my my my my my mind»


gritaria o Dr. Garcia, e a malta exclamaria: YES, WE'RE BACK IN THE US-US-USSR!!!


Esta cena moscovita tem também a ver com o filme que visionei ontem: Archangel ou seja, o mistério de Staline... Staline também se chamava Joseph, e era um gajo esquisito... Tirou a tosse a, diz-se, uns milhões de seus concidadãos, e ainda hoje em dia cerca de 30 milhões acham que ele fez um óptimo trabalho... Bem, o filme é realmente bom: a ideia de um filho do bigodes já não é nova, e até o Dan se lembrou dessa no seu famoso Código, só que noutro contexto... Vão ver que amanhã aparecerá um gajo a dizer que encontrou o neto de Hitler...


«You don't know how lucky you are, boys
Back in the USSR»


...


Merda... a minha Vodka?...


 


 



publicado por siX às 00:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 23 de Novembro de 2005

Hunter's Moon- Frost Moon

 


Invariavelmente, todos os meses tenho publicado os nomes da Lua Cheia, de acordo com o reconhecimento sobre as estações do ano, à qual se davam nomes distintos a cada ocorrência periódica.


Considerando que o mês lunar é, em média, só de 29 dias, a Lua cheia troca de data de ano para ano. O acompanhamento da Lua Cheia de cada mês era usado como uma espécie de calendário na contagem do tempo das estações do ano pelas tribos do Norte.


Ora eu, incrivelmente ou talvez não, esqueci de referir os nomes das Luas de Outubro e Novembro.


Como nunca é tarde para corrigir um erro, aqui vão elas...


 


lua_cheia.jpg


Foto retirada à bruta dos sites www.fotogarrafa.com.br e marcelomin.com.br, dizem eles...


 


Hunter's Moon (Lua do Caçador) ou Moon of Falling Leaves (Lua do Cair das Folhas), 



Com o cair das folhas e a engorda dos cervos, era o tempo de caçar e guardar provisões para o duro inverno que se avizinhava. Com os campos colhidos, os caçadores podiam ver melhor a raposa e os animais que saíam para respigar (apanhar as espigas deixadas no campo depois da ceifa), e mais facilmente caçá-los.


Moon of Falling Leaves (Lua de Cair Folhas), era também assim chamada devido ao cair das folhas que normalmente acontece no outono.


 


Frost Moon (Lua Gelada) ou Full Beaver Moon (Lua Cheia do Castor).



Este era o tempo para colocar as armadilhas para a caça do castor, antes dos pântanos congelarem. Era assim assegurada a provisão de peles para as povoações se aquecerem do rigoroso frio do inverno. Outra interpretação sugere que o nome da Lua Cheia do Castor provém do facto de nesse período os castores trabalharem activamente para o inverno. 


Por vezes, esta lua é também chamada de Frost Moon (Lua Gelada), devido aos rigores do inverno.


 


publicado por siX às 23:23
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Vila do Conde - Memórias

 


vc2222.jpg


Mosteiro de Santa Clara


 


Algo me agrada nesta fotografia de sobremaneira: os postes de iluminação e os candeeiros...


 


 


publicado por siX às 00:09
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 22 de Novembro de 2005

fantas...

 


Segue este link,


http://sic.sapo.pt/online/Images/Flash/Nosporca161005/slide_videos.swf


e dá uma boa gargalhada...


Afinal, é desta massa que o País é feito...


 


 


publicado por siX às 23:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 21 de Novembro de 2005

siX = 6

 


Resolvidopor1loira.jpg


 


Regresso?!


A ver vamos... a Máquina Preservadora da Realidade, qual Octopus envenenado, empurrou-me para uma outra realidade, a verdadeira, sussurrando-me ao ouvido:


«A Vida não passa de um castelo com alicerces de papel, sempre prestes a tombar, arrastando atrás de si um mar impenetrável de questões sem resposta e a certeza de que a Vida não passa de um castelo com alicerces de papel, sempre prestes a tombar, arrastando atrás de si um mar impenetrável de questões sem resposta e a certeza de que a Vida não passa de um castelo com...»,


e por aí fora.


 


publicado por siX às 23:22
link do post | comentar | favorito

vento norte...

 


avi_VC 006.jpg


Fotog. by Repórter Xis


 


Entretanto, em Vila do Conde, pouco de enfático se passou... ou então passou-me ao lado, o que é o mais certo.


Bom, das minhas impressões nada digitais, a situação de maior relevo que encontro nesta aldeia e que já não é novidade nenhuma, é a de que Mário Almeida continua a ser o manda-chuva da paróquia, sendo que o resto é paisagem!


Paisagem essa um pouco adulterada... Para melhor, dizem uns. Para pior, berram outros, para se fazerem ouvir. Eu cá não acho nada, espero para ver.


Mas pelo pouco que já vi, muito sinceramente, não me apetece ver muito mais...


 


publicado por siX às 23:20
link do post | comentar | favorito

compadres...

 


Os_Compadres61.gif


 


Quem profetizou o fim da carreira política de Abel Maia, melhor consultar de novo a Astróloga Maya, a quem profetizo eu uma carreira auspiciosa na Playboy brasileira ou na portuguesíssima Maxman. O Abel, ao assumir-se como mandatário para a campanha à Presidência da República do Poeta Alegre em Vila do Conde, entra claramente em rotura com as opções de Mário Almeida e prepara já o caminho que o levará a candidatar-se pelo Partido Socialista às próximas eleições autárquicas daqui a 4 anos.


É de pequenino que se torce o pepino, diz-se.


Então, pergunto-me: e Rogério Torres, que aspirou a uma candidatura pelo PS nas últimas autárquicas, sem o conseguir?! Manterá as suas aspirações e para tal irá regularizar a sua situação perante o Partido? E será que o Partido o aceita?


No meu entender, quando o interesse pelo bem-estar de uma comunidade se sobrepõe aos interesses partidários, Rogério Torres é uma mais valia para qualquer força política, se é que me compreendem... Mas, claro, estou a brincar...


Quanto ao PSD, nunca escondi que gostaria de ter visto o Miguel Paiva no lugar do Professor Santos Cruz. Apenas por uma questão de aproximação e admiração. Não quero com isto dizer que os resultados eleitorais das últimas autárquicas tivessem sido muito diferentes, caso assim se tivesse passado, mas... quem sabe! O desaire eleitoral, se é que assim se pode chamar, deveu-se, quanto a mim, a um erro estratégico: não se altera o sentido de voto de um Concelho em meia dúzia de dias. Uma lição a reter...


Para muitos, o Miguel será o candidato natural às próximas autárquicas. Mas eu, que pesco de fora, adivinho montes de contrariedades dentro do Partido, a começar pelas protagonizadas por um tal de Pedro Soares, talvez aquele que mais se congratulou com a derrota do PSD...


 


publicado por siX às 23:15
link do post | comentar | favorito

pescarias...

 


fotovc.jpg


 


Já que falo de pescaria, nos últimos tempos reencontrei o prazer de passar umas horas a dar banho à minhoca, lá para os lados da foz. Tem sido terapêutico olhar para uma paisagem ainda bonita, na companhia de outros que nutrem o mesmo, mas apenas isso.


O rio junto à foz é incrivelmente negro e o peixe uma miragem a saltar lá ao longe, mas ninguém parece importar-se muito. Mesmo o pescador inveterado e mais experiente sai de lá de mãos vazias, indiferente ao facto.


Triste é o fado do rio de Vila do Conde...


 


publicado por siX às 23:01
link do post | comentar | favorito

(in)justiças

 


cunhas.jpg


 


Depois, não se queixem quando começarmos a perder a paciência...


 


publicado por siX às 22:57
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

300 anos, mais coisa menos coisa

 


Comemoram-se os 300 anos da construção do Aqueduto edificado por volta de 1626, e que permitia às freiras do Convento de Santa Clara terem água em abundância, livrando-as assim do pesado encargo que representava fazer girar a nora todos os dias por quatro possantes homens, a quem tinham de pagar e suportar a despesa dos consertos com os alcatruzes, a roda e tudo o que estava ligado ao seu funcionamento


 


arquivo_adrianoa05.jpg


 


A ideia para a sua construção pensa-se que partiu do arquitecto italiano Filipe Tércio, que por aqui andava às voltas com a construção do Castelo de Vila do Conde, mas só 30 anos após a sua morte foram dados os primeiros passos para a sua construção, durante o abadessado de D. Maria de Meneses, da Casa de Pentieiros.


 


vc1010.jpg


 


É a partir dessa altura que começam a ser registados no Livro de Receita e Despesas determinadas importâncias ligadas à sua construção, assim como indemnizações com o levantamento dos arcos aos propietários lesados. Deste livro, destaco esta nota curiosa:


«A Manuel Machado de Miranda pediram a cedência de uma fonte que tinha em Terroso, e ele quis em compensação dosi lugares perpétuos de freiras para suas filhas. Tão alto preço não foi aceite pelas religiosas.»


 


aqueduto2.jpg


Em 1636, tendo sido eleita Abadessa D. Caterina de Lima, não mais se falou do aqueduto, ficando os poucos arcos até então construídos ao abandono, salvando-se a fonte comprada por D. Maria de Meneses. As freiras continuaram a servir-se da velha nora dos Senhores Infantes durante mais sete décadas.


 


aqueduto1.jpg 


 


Só em 1704, tendo sido eleita Abadessa a religiosa D. Bárbara Micaela de Ataíde, da Casa de Honra de Barbosa, de Penafiel, se deve a grande obra do aqueduto de Santa Clara. Depois de empreitadas sucessivas destinadas à construção dos arcos assim como a do lindíssimo chafariz, obra do Mestre Domingos Moreira, em 20 de Outubro caiu a água pela primeira vez no mosteiro.


Dizem que o aqueduto tinha 999 arcos, desde a fonte de Terroso até ao Mosteiro...


 


publicado por siX às 22:47
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

esfing(i)es

 


mapa.jpg


 


Achei engraçado o epíteto de «candidato-esfingie» com que Mário Soares, candidato à Presidência da República, brindou a figura do seu oponente Cavaco Silva.


“Lá está o roto a falar do rasgado”, pensei. Para um indivíduo que se considera um “Humanista”, tem publicado cerca de uma dezena de livros dedicado ao tema, passa demasiado tempo a ressabiar em relação à figura do antigo Primeiro-Ministro... Coisas da idade... ou da esfing(i)e, julgo eu. Afinal, as linhas do pensamento Humanista de Soares interessam a quem, quando a pérola pela qual ficará na História recaiu sobre os milhares de desalojados das ex-colónias?


Cavaco Silva, esse, é demasiado professoral e puxa vezes sem conta a bandeira da Economia, na qual é perito. Não entendo o que essa evidente costela resultará de positivo para o país, como Presidente da República... Talvez a organização e gestão financeira dos recursos das Forças Armadas, caso venha a ser o seu principal representante?!


E Manuel Alegre? Um poeta como presidente? Porque não?!... Mas tem um problema: o seu objectivo não é ganhar as eleições, mas sim vencer Mário Soares no seu próprio terreno e assim pregar um estalo de luva de plica no camarada Sócrates, pela falsidade e ligeireza com que o colocou na prateleira dos suplentes. Cá por mim, apoiado! Força, Poeta!...


Quanto a Francisco Louçã, outro esfingido, é um chato politizado e já não há pachorra para o ouvir...


Questiono-me, por onde andará o bom do Dr. Garcia Pereira?


 


publicado por siX às 21:59
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Novembro de 2005

Caros amigos

 


O cheiro do mar do Rio Grande não ajudaria o nosso amigo Paulo em Munique, pois o mar da terra da gente é sempre outro e especial.


 


Mas o que afinal não poderia faltar em um lista tipo:


 


“O que ver em Vila do Conde”


(?)


 


 (Para quando, finalmente, a Tribo aparecer em terras vilacondenses...)


 


O que visitar?


O que não perder??


 


Bem, algumas imagens e histórias aqui do QD ficaram marcadas:


Aqueles tapetes de flores! Seria lindo ver Vila do Conde “vestida” daquela forma (quando acontecerá novamente?);


Todas as imagens do mar e da praia;


A feira e seus cheiros e cores (by siX);


Beber uma sangria que recomendou o Berlim (onde era mesmo?);


E também ...


 


Obs.: trata-se este de um post interativo: assim, por favor, deixe nos comentários sua sugestão do que


ver,


ouvir,


provar,


cheirar,


desfrutar enfim, em Vila do Conde...


Quem sabe isso nos traga um pouco dos posts do siX de volta!! E a memória das lindas imagens do Repórter Xis!!


 (ou eles mesmos, “em pessoas”!!)


 


Agradece a colaboração dos amigos,


Atenciosamente


A Tribo


 


publicado por siX às 13:30
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
    O meu ip
    Web Hosting Directory by Blog Flux
    BloGalaxia
       

os latagões

  • s¿X
  • berlim
  • reporter xis
  • passado

    adjectivos

    vileiros

    net.vil@condense

    outras.vil@s

    vizinhos

    ambiente

    mixórdias

    Setembro 2009

    Maio 2009

    Fevereiro 2009

    Janeiro 2009

    Dezembro 2008

    Dezembro 2007

    Novembro 2007

    Outubro 2007

    Setembro 2007

    Julho 2007

    Junho 2007

    Maio 2007

    Abril 2007

    Março 2007

    Fevereiro 2007

    Janeiro 2007

    Dezembro 2006

    Novembro 2006

    Outubro 2006

    Setembro 2006

    Agosto 2006

    Julho 2006

    Junho 2006

    Maio 2006

    Abril 2006

    Março 2006

    Janeiro 2006

    Dezembro 2005

    Novembro 2005

    Outubro 2005

    Setembro 2005

    Agosto 2005

    lataria e afins

    momento... único!

    o meu voto vai para...

    as verdades de medina car...

    estamos a passar uma cris...

    o mágico

    viu por aí?...

    uma mentira conveniente

    um farol às escuras II

    communiqué - um farol às ...

    todos ao molhe e fé em de...

    tags

    local(89)

    concertos(32)

    poem(28)

    diários QD(26)

    momentos vc(24)

    diários qd(23)

    politica nac(23)

    capas de susto(21)

    ?(18)

    rom(15)

    memoriasvc(9)

    calixto(8)

    blogs(7)

    correio dos leitores(7)

    mundial futebol(7)

    natal(6)

    todos os santos(6)

    divag(4)

    fcp(4)

    aborto(3)

    todas as tags

    subscrever feeds

    vileiros no limbo